Diversidade nas Organizações

Dialogus Consultoria • 12 mar 2018

Quando se fala de Diversidade, muitos já pensam em algo distante da nossa realidade e/ou do nosso cotidiano e que possivelmente não se incluiriam neste universo; outros já associam a minorias e aos excluídos, mas o que acontece mesmo é uma falta de conhecimento e entendimento sobre o assunto, e daí surgem os preconceitos e o viés inconsciente (conjunto de estereótipos que mantemos sobre diferentes grupos de pessoas a partir de situações e experiências que vivenciamos ao longo da vida), especificamente este para as empresas.

Tratando-se do ambiente corporativo, a Diversidade ainda está longe de ser entendida e compreendida como algo comum e natural de uma cultura organizacional, mas muito perto dos métodos e dos movimentos em prol de uma Diversidade mais justa, inclusiva e produtiva nas organizações. Já que a Diversidade é o conjunto de diferenças que caracterizam as pessoas e as tornam únicas, singulares, com seus grupos de pertencimento os mais variados, certamente é preciso que seja desenvolvida e trabalhada em todos os seus aspectos e nas diferentes culturas das Instituições. Para qualquer tipo ou tamanho de organização, a Diversidade é representada e caracterizada pela orientação religiosa, sexual e de gênero, assim como dos costumes, hábitos, nacionalidade e naturalidade, idade e etnia ou ainda referindo-se às pessoas com alguma deficiência e com histórias de vida peculiares. Caso sua organização tenha algum tipo de Diversidade citada acima, está na hora de se definir e institucionalizar uma política de gestão para o assunto.

Tecnicamente, a Diversidade nas organizações pode ser enquadrada como um desdobramento da sustentabilidade por meio da dimensão social do Desenvolvimento Sustentável e comprovadamente como rentável para as organizações que praticam como ação estratégica na gestão delas. Organizações que adotam a Diversidade em suas políticas de gestão têm um desempenho melhor que as outras por priorizarem a competência das pessoas, respeitarem as diferenças, retendo talentos e facilitando a troca de ideias como estímulo à inovação.

Costumo dizer que “Culturas diferentes + Trajetórias diferentes + Visões de mundo diferentes = Soluções diferentes e criativas.”

Como direcionamento para uma efetiva Política de Diversidade nas Organizações, oriento algumas etapas e ações como essenciais para uma boa implementação e com resultados:

  1. Realizar um diagnóstico específico de Diversidade para toda a organização;
  2. Definir um posicionamento para a Diversidade;
  3. Inserir o tema no Planejamento Estratégico da organização;
  4. Capacitar líderes no tema como potenciais multiplicadores do assunto na

organização;

  1. Criar metas e indicadores de Diversidade na gestão;
  2. Formalizar parcerias estratégicas de Diversidade que auxiliem na gestão dos

processos organizacionais;

  1. Criar canal de diálogos e grupos temáticos de discussão do tema com

Colaboradores;

  1. Compartilhar a política com os stakeholders;

 Maiso Dias – Sócio-diretor  e consultor da Dialogus Consultoria

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nossa newsletter e fique por dentro das novidades.

Torne sua organização socialmente responsável. Entre em contato conosco e prontamente responderemos!