Dialogus Consultoria • 09 abr 2014

A ética reflete o comportamento do ser humano que age tomando por base os seus valores. Mais do que isso, pressupõe que o comportamento humano seja dirigido para o bem. A ética organizacional é uma forma da ética aplicada aos negócios. Durante certo período de tempo, a ética empresarial não era levada em consideração, sendo o foco organizacional questões associadas à eficácia dos processos e aos resultados financeiros. Com a mudança desse cenário, a sociedade contemporânea cobra das empresas uma atuação responsável e o consumidor atual tem consciência da efetividade de seus direitos.

O objetivo da ética empresarial é incutir um sentido nos gestores e colaboradores das empresas sobre como devem gerir e realizar o seu trabalho com responsabilidade. Atualmente, a ética empresarial é colocada como uma meta essencial a ser alcançada no mundo corporativo. Portanto, exige das empresas uma nova postura que exponha suas reais preocupações com questões sociais. A cultura ética e sua gestão nas organizações são temas tratados com importância igual ou superior aos próprios resultados, à inovação, à excelência e ao sucesso financeiro. As empresas tornaram-se mais conscientes das suas atividades e das suas responsabilidades, adaptando posturas que visam maximizar os lucros sem prejudicar os restantes agentes econômicos e reforçando a ideia de que as empresas possam contribuir positivamente para a sociedade e, nomeadamente, para todos os seus stakeholders.

A ética organizacional tanto pode incluir questões práticas e bem definidas como a obrigação de uma empresa ser honesta para com os seus clientes como assuntos socialmente mais latos e filosóficos, como a responsabilidade de preservar o ambiente e proteger os direitos dos seus empregados. Percebe-se que é necessário incutir no empresariado a consciência de que ao estabelecer padrões éticos como missão da empresa, o resultado pode não ser imediato, mas significa ter bons negócios a longo prazo. Quando as pessoas trabalham para uma organização que acreditam ser justa, onde todos estão dispostos a dar o melhor de si para a realização das tarefas, onde as tradições de fidelidade e cuidado são marcantes, elas trabalham com um nível muito mais elevado e com orgulho de fazer parte de numa empresa responsável. Os valores ao seu redor passam a fazer parte delas e elas veem o cliente como alguém a quem devem o melhor produto ou serviço possível. Bons negócios dependem essencialmente do desenvolvimento e manutenção de relações de longo prazo e as falhas éticas levam as empresas a perderem clientes, fornecedores importantes e profissionais eficientes. Na atualidade a empresa que quiser ser competitiva e obter sucesso tanto no mercado nacional como no mundial, terá de manter impreterivelmente uma sólida reputação no que diz respeito a seu comportamento ético.

 Thays Garcia – Acadêmica de secretariado executivo e secretária da Dialogus.


Deixe um Comentário

NOSSOS CLIENTES

Receba nossa newsletter e fique por dentro das novidades.

Torne sua organização socialmente responsável. Entre em contato conosco e prontamente responderemos!