Seminário Compartilhando Saberes com o Terceiro Setor

Dialogus Consultoria • 30 jun 2017

 

O Governo do Ceará, através do Gabinete da Primeira-Dama e da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social -STDS, em parceria com o Instituto Tecnológico e Vocacional Avançado – Iteva, promove no próximo dia 4 de julho, o Seminário “Compartilhando Saberes com o Terceiro Setor”, no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza, a partir das 8 horas.

O evento contará com a presença da primeira-dama do Estado, Onélia Leite de Santana, e do secretário da STDS, Josbertini Clementino.

Assuntos Abordados: Como utilizar o e-Parcerias; Legalização e adequação jurídica para Organizações da Sociedade Civil; Escrituração contábil, controle interno e Imunidades/isenções para terceiro setor; Sustentabilidade das Organizações da Sociedade Civil; Inovação em Captação de Recursos; e adaptando-se ao Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil (MROSC).

Clique abaixo e faça sua inscrição: https://goo.gl/SQoMgN

Realizamos hoje no nosso cliente, Cagece, mais um encontro estratégico para a elaboração do Relatório de Sustentabilidade – GRI com a Superintendente, Abigail Lino e a coordenadora de Responsabilidade Social da Cagece, Waleska Gurgel. O Relatório de Sustentabilidade está sendo conduzido pelos consultores da Dialogus, Maiso Dias e Thays Garcia. Importante iniciativa desta conceituada instituição em relatar suas práticas socioambientais. #vamosdialogar#sustentabilidade #gri

 

As organizações cada vez mais buscam por diferenciais que as mantenham no mercado. A crescente globalização e expansão do conhecimento fazem com que os consumidores se tornem mais exigentes por produtos de qualidade e por empresas que visam não somente o lucro, mas um compromisso que se expande para a sociedade, buscando constantemente o Desenvolvimento sustentável (DS).

Consideravelmente, o Desenvolvimento Sustentável é importante para a as organizações a partir do momento em que elas impactam diretamente no meio, seja no social, ambiental ou econômico. Gerando assim uma maior necessidade pela busca da gestão Sustentável. Conforme Elkington (2001), o criador do Tripé da Sustentabilidade (Triple Bottom Line) a sustentabilidade é o equilíbrio entre os pilares ambiental, econômico e social. Assim, o Desenvolvimento Sustentável é objetivo a ser alcançado e a sustentabilidade é o processo para atingir o Desenvolvimento Sustentável.

No âmbito organizacional, o Desenvolvimento sustentável está relacionado à forma como se praticam os negócios de maneira a permitir que os meios ambientais ou sociais não se esgotem futuramente. A sustentabilidade relacionada aos negócios, segundo Savitz e Weber (2007), é a “gestão do negócio de maneira a promover o crescimento e gerar lucro, reconhecendo e facilitando a realização das aspirações econômicas e não econômicas das pessoas de quem a empresa depende,

Assim, para se engajar na busca pela gestão e desenvolvimento sustentável, as organizações necessitam adotar práticas que contribuam para tornar efetivas as ações de melhoria e diminuição de impactos, pensando sempre em agregar valor aos seus públicos e não somente na lucratividade. No momento em que as elas passam a se preocupar com o meio em que estão inseridas, se deparam com o desenvolvimento sustentável e a responsabilidade social, temáticas que emergem e que podem ser inseridas de forma estratégica na gestão das organizações.

Thays Garcia – Consultora da Dialogus

Hoje à tarde estamos no nosso cliente, Colégio Santa Isabel, apresentando o status do Planejamento Estratégico com foco em Sustentabilidade que desenvolvemos com os líderes da Rede de Educação – SMIC (Pará e Ceará). Nosso consultor, Felipe Amorim, conduz a atividade de hoje.

 

As organizações já percebem a sustentabilidade como um fator relevante para os negócios, mas as ações de forma geral ainda são tímidas e muitas vezes pontuais. Para a incorporação da sustentabilidade na gestão empresarial é preciso que o assunto seja disseminado em todos os setores da empresa, e principalmente inseri-lo no planejamento estratégico, que guiará o desenvolvimento da organização.

O planejamento estratégico é um processo onde se formula objetivos e se traça um plano de ações em médio e longo prazo para que estes objetivos sejam alcançados. Esse processo  visa um cenário para, geralmente, os cinco anos seguintes de onde ou como a empresa gostaria de estar ou ser vista. A missão e visão são importantíssimas para o desenvolvimento de um planejamento estratégico, mas é o plano de ações e a execução dessas ações que vão dizer se a empresa está realmente orientada para a sustentabilidade.

Um ótimo exemplo para o tema é o caso da P&G, empresa que representa mais de 300 marcas, que possui desde sua origem um compromisso ético. Contudo, A atuação da empresa em prol da sustentabilidade se baseava, até então, nas demandas criadas pela agenda global para a sustentabilidade.

Com o aumento da pressão dos consumidores por produtos e empresas mais sustentáveis, em 2005, a P&G entrou em processo de mudança e em 2007 lançou uma nova estratégia de sustentabilidade. No entanto, com a certeza de que somente as modificações nos valores e princípios da organização não levariam a transformações rápidas e naturais, foi construído um novo Planejamento Estratégico, baseado nos seguintes princípios:

  • Fornecer para o consumidor produtos, com inovações sustentáveis, a fim de melhorar seu perfil ambiental;
  • Melhorar o perfil ambiental das operações;
  • Melhoria de vida através de nossos programas de responsabilidade social;
  • Engajar os funcionários a desenvolverem práticas de sustentabilidade dentro do seu dia a dia;
  • Moldar o futuro, trabalhando de forma transparente com stakeholders, a fim de permitir a liberdade contínua de inovar de maneira sustentável.

Esses processos advindos das mudanças estratégicas constituídas em 2007 acarretaram em novas metas, modificando desta maneira a atuação pontual da empresa para uma atuação coordenada, tendo como base questões ambientais, econômicas e sociais.

Felipe Amorim – Consultor da Dialogus Consultoria.

Aconteceu na manhã de 14 de junho de 2017 a 11ª Edição do Ciclo de Debates – RH e Sustentabilidade com a temática Incentivos Fiscais, ministrada por Carlos Sabadia e Beatriz Gurgel, membros da FIEC – Federação das Indústrias do Ceará. Consideramos que o evento foi produtivo e bem debatido entre os participantes! Fique atento para as próximas edições! #vamosdialogar #incentivosfiscais #abrhce

Confira nosso vídeo de comemoração aos 5 anos da Dialogus, que conta sobre a história, o presente e nossa visão de futuro.

Agradecemos a todos os envolvidos!


Deixe um Comentário

NOSSOS CLIENTES

Receba nossa newsletter e fique por dentro das novidades.

Torne sua organização socialmente responsável. Entre em contato conosco e prontamente responderemos!