Inovação e Design Thinking na busca de soluções criativas

Dialogus Consultoria • 24 mar 2016

Design Think (1)A palavra inovação vem do latim, innovatio, e quer dizer renovação, novidade, transformação. Transmite a ideia de se fazer algo diferente do que já foi feito, para isso é necessário usar a criatividade, a vontade de ver e fazer para além do padrão.

A inovação deve ser a palavra de ordem de toda e qualquer organização, não pensando a inovação somente para as áreas técnicas e de produção, mas para a gestão como um todo, de forma a questionar o modelo de negócio em relação às transformações e necessidades do mercado.

Hoje, para facilitar o processo criativo existem diversas metodologias, uma delas o Design Thinking, desenvolvida nos anos 90, no Vale do Silício, por David Kelley, da consultoria de inovação IDEO, e seu colega Tim Brown, atualmente CEO desta mesma consultoria. O método vem sendo popularizado e se revela com uma interessante forma para facilitar a criação de novos produtos e serviços.

A ferramenta ajuda-nos a avaliar o complexo cenário do mercado para ter maior clareza da ambiência do negócio, de forma a encontrar ideias inovadoras. A partir da escuta da equipe de trabalho, através de brainstorm, se constrói o desenho, um mapa visual, que ajudará na criação do suposto produto ou serviço. O método colaborativo, ajuda na busca de soluções criativas com foco no interesse do cliente. É imprescindível a realização de pesquisas de mercado para se munir de informações sobre as reais necessidades e interesses dos clientes, a fim de buscar oportunidades de inovação. Além disso, é importante criar o protótipo e testar.

No entanto, não é com a aplicação do Design Thinking que a empresa irá dar o salto almejado no mercado. É importante que ela tenha uma cultura voltada à inovação, que valorize a liberdade criativa dos seus colaboradores e a escuta dos seus clientes.

Luis Alt, um dos autores do livro Design Thinking Brasil afirma que empatia, colaboração, experimentação são os valores necessários para o processo de incorporação da inovação, ele nos recomenda que estes sejam integrados e trabalhados no dia a dia das organizações.

Manoela Silva – Consultora em Responsabilidade Social da Dialogus

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nossa newsletter e fique por dentro das novidades.

Torne sua organização socialmente responsável. Entre em contato conosco e prontamente responderemos!